Conservadores alemães definem Merkel como candidata a chanceler para eleição de setembro

MUNIQUE (Reuters) - Os partidos conservadores da Alemanha concordaram nesta segunda-feira em nomear a chanceler Angela Merkel como candidata à reeleição na votação de 24 de setembro, apesar da longa disputa interna sobre como enfrentar o fluxo de imigrantes, disseram à Reuters participantes de um encontro dos conservadores.

A União Social-Cristã (CSU), partido bávaro aliado à União Democrata-Cristã (CDU), de Merkel, critica há tempos a chanceler por ter permitido que mais de um milhão de refugiados entrassem na Alemanha durante os últimos dois anos.

A CDU e a CSU estão se encontrando em Munique para discutir como derrotar o Partido Social-Democrata na eleição federal de setembro. Merkel e o líder da CSU, Horst Seehofer, devem apresentar uma estratégia eleitoral conjunta nesta segunda-feira.

(Reportagem de Andreas Rinke)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos