Preços caem com ampla oferta nos EUA; dado sobre especuladores também pesa

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo caíram nesta segunda-feira à medida que a ampla oferta nos Estados Unidos e o excesso de especuladores comprados no mercado superaram os cortes de produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e as crescentes tensões entre os EUA e o Irã.

O petróleo Brent caiu 1,09 dólar, ou 1,9 por cento, e encerrou a 55,72 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA recuou 0,82 dólar, ou 1,5 por cento, e fechou a 53,01 dólares. Foi o menor valor de fechamento para os dois contratos desde 31 de janeiro.

O prêmio do Brent sobre o WTI encurtou para 2,09 dólares por barril no fechamento, o menor valor desde 19 de janeiro.

"Nós sentimos que a maior parte do declínio dos preços está relacionada ao aumento maior do que o esperado no grau da especulação, bem como outro grande aumento na contagem de sondas dos EUA", disse Jim Ritterbusch, presidente da consultoria de energia Ritterbusch & Associados, em nota.

Fundos de hedge e outros especuladores ampliaram suas apostas altistas nos futuros de petróleo e opções dos EUA na semana encerrada em 31 de janeiro ao nível mais alto da história, segundo dados da Commodity Futures Trading Commission (CFTC).

"Há muitos comprados no mercado, e se você não vê os preços subindo, esses comprados vão ficar desanimados e sair do mercado tão rápido quanto entraram nas últimas poucas semanas", afirmou Tariq Zahir, operador da Tyche Capital Advisors em Nova York.

Os preços do petróleo, que vêm sendo sustentados pelos cortes de produção da Opep desde o começo do ano e pelas tensões entre o Irã e os EUA, estão buscando uma nova direção.

As novas sanções do governo de Trump contra o Irã, embora não estejam afetando a produção de petróleo, levantaram preocupações de eventuais problemas para as exportações no terceiro maior produtor da Opep.

(Por Scott DiSavino; reportagem adicional de Alex Lawler e Henning Gloystein)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos