Coreia do Sul ordena vacinação de rebanho após casos de febre aftosa no país

SEUL (Reuters) - O Ministério da Agricultura da Coreia do Sul disse nesta terça-feira que irá realizar uma campanha de vacinação nacional no rebanho bovino contra febre aftosa até quinta-feira, em uma tentativa de impedir a propagação do vírus.

O primeiro caso de infecção por febre aftosa em cerca de um ano no país foi confirmado na segunda-feira em uma fazenda de gado de leite. Um segundo caso foi confirmado em uma fazenda de gado de corte no mesmo dia. No total, 243 animais foram abatidos nas duas propriedades.

A Coreia do Sul, quarta maior economia da Ásia, vacina regularmente seu rebanho de bovinos e suínos contra três tipos de aftosa. O ministério disse que um surto amplo do vírus é improvável, já que os casos registrados esta semana são de uma variedade para a qual os animais já são vacinados.

Contudo, o ministério ordenou uma revacinação em todo o país como medida preventiva para conter o vírus, segundo um porta-voz da pasta.

O ministério já havia dito que as duas fazendas afetadas não haviam feito a vacinação de maneira adequada.

(Por Jane Chung)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos