Preços do petróleo caem mais de 1% por pressão de estoques de gasolina nos EUA

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo caíram mais de 1 por cento nesta terça-feira, pressionados por crescentes estoques de gasolina nos Estados Unidos, uma vez que a retomada da força na produção petrolífera não convencional norte-americana poderia complicar os esforços da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros produtores para reduzir um excedente de produto.

O petróleo Brent encerrou em queda de 0,67 dólar, ou 1,2 por cento, a 55,05 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA fechou em queda de 0,84 dólar, ou 1,6 por cento, a 52,17 dólares por barril.

Os futuros da gasolina caíram para 1,4875 dólar por galão, após cair mais cedo na sessão abaixo da média móvel de 200 dias em linha contínua, um sinal técnico baixista.

"É um recuo impulsionado pela oferta... Estamos a 2 milhões de barris do recorde de estoques de gasolina dos EUA que vimos em fevereiro do ano passado", disse Tony Headrick, analista de mercados de energia da CHS Hedging. "Uma forte alta nos relatórios de estoques poderia pesar sobre a gasolina em um momento no qual a demanda por gasolina está fraca."

Os estoques de gasolina estão crescendo muito mais rápido que o normal no começo do ano, ameaçando deixar refinarias lutando para acabar com um excedente do combustível mais tarde no ano.

(Por Jessica Resnick-Ault; reportagem adicional de Christopher Johnson e Henning Gloystein)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos