Japão quer que Trump entenda questões comerciais do país, diz porta-voz do governo

TÓQUIO (Reuters) - O Japão quer que a administração Trump entenda melhor as questões comerciais do país e reconheça sua contribuição para a economia dos Estados Unidos quando os líderes de ambos os lados se encontrarem esta semana, afirmou nesta quarta-feira o porta-voz do governo japonês.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e o presidente dos EUA, Donald Trump, vão se reunir nos EUA esta semana.

Questionado sobre a posição comercial dos EUA com o Japão, o secretário-chefe de Gabinete, Yoshihide Suga, afirmou que a parcela de Tóquio no déficit comercial dos EUA diminuiu ante máximas históricas e que as empresas japonesas têm investido nos EUA de forma significativa.

"Queremos conquistar a compreensão da administração Trump e desenvolver mais as relações econômicas entre os dois países", disse Suga.

"Queremos ter conversas construtivas sobre as relações econômicas em geral entre os dois países."

Embora a economia do Japão ainda dependa muito das exportações para ter crescimento, suas autoridades querem alterar as percepções de que a vantagem comercial está voltada para o Japão, visão baseada em guerras comerciais travadas com os EUA décadas atrás.

(Reportagem de Kaori Kaneko)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos