Maradona reafirma reconciliação com a Fifa ao ser nomeado como embaixador

BUENOS AIRES (Reuters) - O ex-astro Diego Maradona disse nesta quinta-feira que foi nomeado embaixador da Fifa, entidade que durante décadas enfrentou e criticou duramente dizendo que era dirigida por líderes que não entendem nada de futebol.

Maradona se aproximou da Fifa desde a chegada de Gianni Infantino à presidência da entidade.

"Agora é oficial. Eu posso finalmente realizar um dos sonhos da minha vida, trabalhar por uma Fifa limpa e transparente, com pessoas que realmente amam o futebol", disse Maradona em sua conta do Facebook.

"Obrigado a todos que me encorajaram a enfrentar este novo desafio!", completou o ex-jogador e ex-técnico da seleção da Argentina.

Maradona foi muito crítico ao funcionamento da Fifa durante as gestões do brasileiro João Havelange e do suíço Joseph Blatter, a quem chamou várias vezes de "mafiosos", assim como Julio Grondona, presidente da federação argentina e um dos homens mais poderoso no mundo do futebol.

(Reportagem de Luis Ampuero)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos