Nokia faz oferta de 347 milhões de euros pela Comptel para expandir divisão de softwares

HELSINQUE (Reuters) - A fabricante finlandesa de equipamentos de telecomunicações Nokia informou nesta quinta-feira que pretende comprar a Comptel por cerca de 347 milhões de euros para expandir a divisão de serviços de software.

A Nokia e suas rivais, incluindo a sueca Ericsson e a chinesa Huawei, vêm enfrentando dificuldades, uma vez que a demanda por equipamentos de banda larga móvel 4G atingiu o pico e a transição para a próxima geração 5G ainda está anos distante.

A Nokia disse que seus clientes agora estão se voltando para softwares, a fim de tornarem suas redes mais inteligentes.

"A aquisição planejada é parte da estratégia da Nokia de construir um negócio autônomo de software em escala, expandindo e fortalecendo seu portfólio e as capacidades com vendas adicionais e uma rede estratégica de parceiros", afirmou a empresa finlandesa em comunicado.

A proposta da Nokia é de 3,04 euros por ação, em dinheiro, o que representa um prêmio de 29 por cento em relação ao último preço de fechamento da Comptel.

A Comptel, cujas vendas somaram cerca de 100 milhões de euros em 2016, disse que o diretoria executiva e os acionistas que detêm cerca de 48 por cento dos papéis apoiaram a oferta.

No ano passado, a Nokia comprou o grupo franco-americano Alcatel-Lucent em um acordo de 15,6 bilhões de euros.

(Por Jussi Rosendahl)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos