Preços avançam com queda dos estoques de gasolina nos EUA

CINGAPURA (Reuters) - Os preços do petróleo subiam nesta quinta-feira, apoiados por uma inesperada queda nos estoques de gasolina dos Estados Unidos, embora os estoques de petróleo sigam altos, o que significa que os mercados de combustíveis permanecem sob pressão.

O petróleo Brent subia 0,54 dólar, ou 0,98 por cento, a 55,66 dólares por barril, às 9:38 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,47 dólar, ou 0,9 por cento, a 52,81 dólares por barril

A Administração de Informações de Energia (AIE) disse na quarta-feira que os estoques de gasolina caíram 869 mil barris na semana passada, para 256,2 milhões de barris, contra expectativas dos analistas de alta de 1,1 milhão de barris.

A queda nos estoques de gasolina sugere que o consumo nos EUA foi mais forte do que o esperado e pode ser saudável o suficiente para apoiar os preços em um momento em que a maioria dos mercados de óleo combustível estão bem abastecidos.

O relatório da AIE também disse que os estoques de petróleo comercial dos EUA subiram 13,8 milhões de barris, para 508,6 milhões de barris.

O banco norte-americano Goldman Sachs disse que os altos estoques de combustíveis e o aumento da produção de petróleo nos EUA significam que os mercados de petróleo terão excedentes por algum tempo, mas que a sobreoferta será drenada gradualmente.

"Não vemos o recente excesso de estoques dos EUA minando nossa projeção de queda gradual nos estoques, pois na verdade o resto do mundo já está mostrando sinais de uma oferta mais apertada", disse o banco em nota aos clientes.

(Por Christopher Johnson)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos