Aneel prevê maior indenização à transmissora Cteep por renovação de contratos

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deverá elevar os valores que a transmissora de eletricidade Cteep tem direito a receber pela renovação de contratos de concessão antes do vencimento no final de 2012.

Um relatório da área de fiscalização da agência concluiu que a indenização para a companhia deverá ser calculada sobre um valor líquido dos bens (VBR) de 4,09 bilhões de reais, ante 3,9 bilhões considerados anteriormente.

A Cteep havia entrado com recurso na agência no qual pedia que fosse considerado um VBR de 5,14 bilhões de reais.

A conclusão dos técnicos da agência deve elevar os valores que a elétrica receberá a partir de julho deste ano, quando será paga a indenização, referente a investimentos feitos pela empresa nas linhas de energia que ainda não haviam sido amortizados quando da renovação dos contratos.

Segundo o relatório da fiscalização da Aneel, o valor bruto dos bens (VNR) para fins de indenização à Cteep será de 16,14 bilhões de reais, ante 11,285 bilhões considerados anteriormente.

O documento afirma que a área analisou um recurso da Cteep para revisão dos valores reconsiderou itens, como a conciliação físico-contábil dos ativos, para chegar aos novos números.

Em relatório na quinta-feira, analistas do banco UBS estimaram que a elevação na base de ativos a serem indenizados vai representar uma geração de caixa adicional para a Cteep, o que pode impactar positivamente em 2 reais por ação as ações da companhia--- um ganho de 300 milhões de reais em valor de mercado.

"Notadamente, os novos dados devem ainda ser aprovados pelos diretores da Aneel em uma de suas reuniões semanais", escreveu o analista Marcelo Sá.

Procurada, a Cteep não respondeu imediatamente pedidos de comentário.

(Por Luciano Costa; reportagem adicional de Gabriela Mello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos