Ataques suicidas a bomba matam 10 e ferem 33 em Bagdá e Mosul, no Iraque

BAGDÁ (Reuters) - Pelo menos dez pessoas foram mortas e 33 ficaram feridas nesta sexta-feira, numa série de ataques suicidas a bomba em Bagdá e em partes de Mosul recentemente recapturadas do Estado Islâmico, disseram fontes médicas e da área de segurança.

O grupo militante, que ainda controla áreas significativas do Iraque e da Síria, assumiu a responsabilidade pelas ações em comunicado online.

Um homem se explodiu dentro do restaurante Sayidati al-Jamila na hora do almoço no leste de Mosul, matando pelo menos quatro pessoas e ferindo 15.

Um ataque suicida com um carro-bomba matou um soldado e feriu outros quatro no leste da cidade, região que as forças iraquianas apoiadas pelos Estados Unidos tomaram do Estado Islâmico no mês passado.

Um carro-bomba estacionado no distrito de Ilam no sul de Bagdá explodiu matando cinco e ferindo 14.

A ofensiva para retirar o Estado Islâmico de Mosul, a maior cidade no norte do Iraque, começou em outubro, mas sofreu uma pausa no mês passado depois que as forças iraquianas tomaram todos os distritos do lado leste do rio Tigre, que corta a cidade.

(Reportagem de Maher Chmaytelli)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos