Russa Savinova perde medalha de ouro dos 800m em Londres 2012 por doping

ZURIQUE (Reuters) - A russa Mariya Savinova-Farnosova teve sua medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 retirada, depois que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) impôs uma proibição de quatro anos alegando que havia "evidências claras" de que ela usou drogas que aumentam o desempenho.

Ela é a mais recente em uma crescente lista de atletas russos que perderam medalhas olímpicas por causa de doping.

A penalidade retroativa de quatro anos começa em 24 de agosto de 2015, mas a CAS também desqualificou todos os resultados de Savinova de 26 de julho de 2010 a 19 de agosto de 2013, retirando também medalhas em campeonatos mundiais.

A atleta tem 45 dias para considerar se deve recorrer da decisão da CAS.

O caso contra ela foi iniciado pela federação mundial de atletismo (Iaaf), que também manteve uma proibição de atletas russos participarem de competições de atletismo devido a casos de doping do país.

A medalhista de prata da África do Sul, Caster Semenya, deve ser nomeada campeã olímpica de 2012 e do Mundial de 2011.

(Reportagem de Karolos Grohmann)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos