Tumulto em estádio de Angola deixa 17 mortos e vários feridos

LUANDA (Reuters) - Pelo menos 17 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em uma confusão num jogo de futebol em Angola nesta sexta-feira, quando centenas de torcedores irromperam os portões do estádio, disse uma autoridade médica.

A multidão na cidade de Uige, no norte do país, pressionou contra uma barreira depois de não conseguir entrar antes do início da partida, disse a agência estatal de notícias Angop.

Muitos caíram e foram pisoteados.

Ernesto Luis, diretor-geral do hospital local, afirmou à Reuters que as pessoas ficaram sufocadas no esmagamento.

"Algumas pessoas tiveram que andar por cima de outras, foram 76 vítimas, das quais 17 morreram", disse ele. Cinco dos feridos estavam em estado grave.

Testemunhas disseram que a multidão tentando acesso teria levado o estádio além de sua capacidade de 8.000 pessoas.

"Quando quisemos entrar, encontramos uma barreira. A primeira fileira de pessoas caiu ... eu estava na terceira", declarou João Silva, 37 anos, que sobreviveu ao esmagamento com um pé quebrado.

A partida entre Santa Rita de Cássia e Libolo era parte da primeira divisão do campeonato angolano.

Polícia e autoridades de futebol não estavam imediatamente disponíveis para comentar.

(Reportagem de Herculano Coroado)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos