Alerj retira da pauta de votação projeto que privatiza a Cedae

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani (PMDB–RJ), retirou da pauta de votação dessa terça-feira o projeto de lei que privatiza a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae).

De acordo com a Alerj a "decisão de retirar da pauta foi da presidência" e não há nova data para a discussão do projeto de lei. Mais cedo, a Alerj teve de ser evacuada por causa de um incêndio que inviabilizou a reunião de colégio de líderes que deveria discutir as mais de 200 emendas apresentadas ao Projeto de lei da empresa de saneamento.

A Cedae foi prometida como garantia ao governo federal no acordo de ajuste fiscal que prevê a liberação de 3,5 bilhões de reais em empréstimos a serem concedidos por bancos públicos.

Em Brasília, depois de participar de reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ) disse que pretende votar a privatização da Cedae na Alerj até o fim desta semana.

União e Rio de Janeiro não fecharam acordo para antecipar os efeitos do acordo sobre a recuperação fiscal do Estado.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos