Governador do Espírito Santo defende responsabilidade fiscal em meio à crise com PM, diz Folha

(Reuters) - O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), defendeu a responsabilidade fiscal em meio à crise na segurança pública do Estado provocada por uma greve de policiais militares capixabas que reivindicam aumento de salário, segundo entrevista publicada nesta segunda-feira pelo jornal Folha de S.Paulo.

Hartung, de acordo com o jornal, criticou o resgate pelo governo federal de Estados que não cortaram gastos e que estão em dificuldades financeiras, como o Rio de Janeiro, classificando-o de "avesso do avesso do avesso".

O governador também defendeu a realização de reformas estruturantes no Brasil, citando entre elas a reforma política, e disse que a greve dos PMs, que gerou cenas de anarquia no Espírito Santo, teve forte componente político.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos