Governo sírio está pronto para trocar prisioneiros com grupos rebeldes, diz mídia estatal

BEIRUTE (Reuters) - O governo sírio sinalizou nesta segunda-feira que está pronto para aceitar trocas de prisioneiros com grupos rebeldes, uma medida de aumento de confiança que pode ajudar ambos lados a se prepararem para conversas de paz.

A mídia estatal síria relatou que o governo está "sempre pronto" para trocar prisioneiros em suas prisões por pessoas "sequestradas por grupos terroristas", "especialmente no âmbito de esforços sendo feitos para o próximo encontro em Astana".

Não houve reação imediata de grupos rebeldes, que há tempos pedem libertação de prisioneiros do governo como uma das medidas humanitárias que dizem ser necessárias antes de quaisquer conversas de paz.

O Ministério das Relações Exteriores do Cazaquistão informou no sábado que o governo sírio e delegações rebeldes foram convidadas para participar de encontros sobre a situação da Síria em sua capital, Astana, em 15 e 16 de fevereiro.

Separadamente, conversas de paz apoiadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) são programadas para começar em Genebra em 20 de fevereiro. O principal órgão da oposição síria aprovou no domingo participação de sua delegação nas conversas.

Neste mês, em ato raro, o governo sírio e grupos rebeldes trocaram dezenas de mulheres prisioneiras e reféns, alguns deles crianças, na província de Hama, no noroeste da Síria.

(Por Tom Perry)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos