Opep registra queda na produção de petróleo de janeiro após acordo

LONDRES (Reuters) - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) registrou mais de 90 por cento de cumprimento a um acordo que previa cortes de produção em janeiro, segundo dados do grupo exportador divulgados nesta segunda-feira, o que significa que um excesso de oferta que tem pesado sobre os preços pode cair para zero neste ano.

A Opep fechou um acordo segundo o qual seus membros reduziriam a produção em cerca de 1,2 milhão de barris por dia (bpd) a partir de 1° de janeiro.

A oferta dos 11 países da Opep com metas de produção estabelecidas no acordo caiu para 29,888 milhões de bpd em janeiro, segundo os dados de fontes secundárias que a Opep utiliza para monitorar a produção.

O número representa um cumprimento de 93 por cento dos cortes prometidos, segundo cálculo da Reuters com os dados da Opep. Em seu relatório mensal, a Opep não deu um dado sobre o nível de adesão aos cortes.

A Reuters viu uma versão anterior dos dados na semana passada que colocava o nível de cumprimento em 92 por cento.

A maior produtora da Opep, Arábia Saudita, reportou à Opep a realização de um corte maior na produção de janeiro do que o estimado pelas fontes secundárias.

(Por Alex Lawler)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos