Pentágono condena fortemente teste de mísseis da Coreia do Norte

WASHINGTON (Reuters) - O Pentágono condenou nesta segunda-feira o mais recente teste de mísseis da Coreia do Norte, acrescentando que o compromisso dos Estados Unidos de se protegerem assim como seus aliados, como Japão e Coreia do Sul, é "imutável".

O porta-voz do Pentágono, o capitão Jeff Davis, disse a repórteres que os "programas de armas ilegais" da Coreia do Norte constituíam uma clara e grave ameaça à segurança nacional.

"Somos capazes de nos defendermos contra um ataque de mísseis balísticos da Coreia do Norte e tomaremos todas as medidas necessárias para deter e derrotar ameaças ao território e aos cidadãos do nosso país e de aliados", acrescentou Davis.

A Coreia do Norte disse ter testado com êxito um novo tipo de míssil balístico de médio a longo alcance no domingo, alegando avanços em um programa de armas que está desenvolvendo em violação das resoluções da ONU.

O míssil foi impulsionado por um motor de combustível sólido e foi uma versão atualizada do seu míssil balístico lançado por submarinos, que foi testado com sucesso em agosto passado, segundo a agência de notícias estatal KCNA.

Davis disse que as indicações são de se tratou de um míssil balístico de alcance intermediário, uma variante terrestre do que a Coreia do Norte lançou de submarinos no passado.

(Por Idrees Ali)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos