Medidas microeconômicas do governo Temer podem movimentar 0,8% do PIB, diz ministro do Planejamento

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou nesta terça-feira que o conjunto de medidas microeconômicas já anunciadas pelo governo pode movimentar 0,8 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano.

O patamar engloba a injeção potencial de 0,5 por cento do PIB na economia com o saque de recursos inativos do FGTS, cujo calendário para retiradas foi divulgado nesta terça-feira pelo governo federal. Com a iniciativa, Oliveira estimou que deverá haver redução mais rápida no endividamento das famílias, ajudando na retomada do crescimento econômico.

(Por Marcela Ayres)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos