Açúcar fecha em alta na ICE; café também avança

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) - Os preços do açúcar na ICE foram sustentados nesta quarta-feira em parte pela demanda de Myanmar, enquanto os preços do café também se firmaram, segundo operadores.

O açúcar bruto para maio encerrou em alta de 0,06 centavo, ou 0,3 por cento, a 20,43 centavos por libra-peso, enquanto o açúcar branco para maio fechou em alta de 4,70 dólares, ou 0,9 por cento, a 553,50 dólares por tonelada.

Fatores de suporte incluem conversas sobre demanda de Myanmar, vista como uma passagem para a China, e por prospectos de importações indianas mais adiante na temporada.

O café robusta para maio fechou em alta de 20 dólares, ou 0,9 por cento, a 2.148 dólares por tonelada, após cair para 2.116 dólares, o menor nível para o primeiro contrato desde o início de janeiro.

Operadores indicaram que a oferta de robusta continua limitada no Brasil à medida que o mercado aguarda uma decisão da Câmara de Comércio Exterior do país (Camex) que ajudaria em importações de café robusta pela primeira vez pelo país.

O café arábica para maio encerrou em alta de 1 centavo, ou 0,7 por cento, a 1,4695 dólares por bushel.

(Por Marcy Nicholson, Nigel Hunt e Mariana Ionova)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos