Avaliação positiva do governo Temer cai para 10,3%, mostra pesquisa CNT-MDA

SÃO PAULO (Reuters) - A avaliação do governo do presidente Michel Temer piorou em fevereiro na comparação com outubro, mostrou nesta quarta-feira pesquisa CNT/MDA, num momento em que o país se esforça para superar a profunda recessão que tem gerado recordes de desemprego.

Segundo a pesquisa encomendada pela Confederação Nacional do Transporte, 10,3 por cento consideram o governo Temer ótimo ou bom, ante 14,6 por cento em outubro. Os que acham o governo ruim ou péssimo passaram a 44,1 por cento, ante 36,7 por cento no levantamento anterior.

A avaliação regular foi para 38,9 por cento, ante 36,1 por cento. Ao mesmo tempo, a parcela dos que não tinham opinião ou não quiseram responder recuou para 6,7 por cento, ante 12,6 por cento. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais.

O desempenho pessoal de Temer foi aprovado agora por 24,4 por cento, ante 31,7 por cento em outubro, enquanto a desaprovação foi para 62,4 por cento, ante 51,4 por cento.

Foram ouvidas 2.002 pessoas em 138 municípios do país, entre os dias 8 e 11 de fevereiro.

(Por Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos