PF cumpre mandados da Lava Jato em investigação de propinas ligadas a obras de Belo Monte

SÃO PAULO (Reuters) - A Polícia Federal cumpre nesta quinta-feira mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em desdobramento da operação Lava Jato que investiga pagamentos de propinas a dois partidos políticos referentes a obras da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

Segundo a TV Globo, os alvos da operação são Marcio Lobão, filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), recém-eleito presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, e o ex-senador Luiz Otávio Campos (PMDB-PA).

Em nota, a PF disse que a operação desta quinta, batizada de Leviatã, está sendo realizado no Rio de Janeiro, Belém e Brasília, nas casas e escritórios dos investigados. Ela não deu mais detalhes, como os nomes dos alvos da operação, pois o caso tramita em segredo de Justiça.

"Entre os alvos da operação de hoje estão os principais envolvidos no esquema de repasse de valores aos agentes políticos, que seriam o filho de um senador da Republica e um ex-senador ligado ao mesmo grupo político", disse a Polícia Federal.

"Os investigados, na medida de suas participações, poderão responder pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa."

Os mandados foram expedidos pelo ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato no Supremo e a quem cabe autorizar operações contra parlamentares e ministros, que têm prerrogativa de foro junto ao STF.

(Por Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos