Presidente peruano Kuczynski diz a Trump que prefere pontes a muros

LIMA (Reuters) - O primeiro líder latino-americano a visitar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na Casa Branca afirmou nesta sexta-feira ter dito a Trump que prefere pontes a muros e defende a livre movimentação de pessoas entre fronteiras.

No entanto, em uma coletiva de imprensa após a reunião, o presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski não quis comentar especificamente sobre a proposta de Trump de construir um muro ao longo da fronteira entre EUA e México para reduzir a imigração ilegal e o tráfico de drogas.

"Eu não quero entrar no muro", disse Kuczynski em comentários veiculados no canal de televisão peruano Canal N. "Estamos interessados na livre movimentação de pessoas... Eu enfatizei ao presidente Donald Trump que preferimos pontes a muros."

Kuczynski comparou anteriormente a proposta de muro de Trump ao Muro de Berlim e chegou a brincar que ele cortaria laços com os EUA caso Trump fosse eleito presidente.

Kuczynski depois parabenizou Trump sobre sua surpreendente vitória eleitoral e descreveu sua reunião nesta sexta-feira como amigável e positiva.

(Por Mitra Taj)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos