Autoridades do Fed agitam mercados ao falar sobre alta iminente dos juros

Por Ann Saphir e Jonathan Spicer

SANTA CRUZ, EUA/NOVA YORK (Reuters) - Autoridades do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, levaram os mercados a ampliar as expectativas de uma alta da taxa de juros em março com declarações sugerindo que estão preocupadas em esperar tempo demais diante do aguardado estímulo econômico de Washington.

O presidente do Fed de Nova York, William Dudley, entre os mais influentes membros do Fed, afirmou na CNN que o momento para apertar a política monetária se tornou "muito mais premente" desde a eleição do presidente norte-americano, Donald Trump.

John Williams, presidente do Fed de San Francisco, afirmou que, com a economia em pleno emprego, a inflação avançando e riscos dos potenciais cortes de impostos, "eu pessoalmente não vejo qualquer necessidade de adiar" a alta dos juros.

"Na minha opinião, um aumento dos juros está na mesa para uma avaliação séria em nossa reunião de março", disse ele.

Em declarações ao Congresso, Trump ofereceu poucos detalhes sobre os planejados cortes de impostos ou gastos com infraestrutura além das pinceladas que deu durante a campanha eleitoral --deixando as autoridades do Fed com pouco a avaliar além de suas análises.

Williams, diferente de Dudley, não tem voto sobre a política monetária este ano, mas as visões dele são consideradas influentes entre seus colegas.

As declarações provocaram vendas nos mercados de títulos, com o rendimento do Treasury de dois anos saltando para o nível mais alto desde dezembro.

Os juros futuros indicavam na terça-feira que os operadores veem quase 57 por cento de chances de o Fed elevar os juros na reunião de 14 e 15 de março, contra cerca de 31 por cento na segunda-feira e 20 por cento há uma semana, segundo dados da Reuters.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos