Presidente boliviano Morales viaja a Cuba para avaliação médica

LA PAZ (Reuters) - O presidente boliviano, Evo Morales, fez uma "viagem de emergência" para Cuba nesta quarta-feira para buscar tratamento devido a um problema na garganta, disse o ministro da Presidência, René Martínez, acrescentando que o presidente passará por uma "avaliação de rotina".

As complicações na garganta estão acontecendo há algum tempo e fazem com que Morales, de 57 anos, tenha dificuldade em falar, levando-o a cancelar aparições públicas, disse Martínez aos repórteres.

"Por conselho médico, foi decidido que nosso presidente passará por uma avaliação de rotina em Cuba", declarou Martínez. "Uma vez que começou a piorar, porque ele estava tendo muitos problemas para falar, esta viagem de emergência foi planejada."

Morales assumiu o cargo no país andino em 2006 e foi eleito para um terceiro mandato em 2014. Ele disse no ano passado que pode concorrer a um quarto mandato consecutivo em 2019, apesar de ter perdido um referendo que teria reformado a Constituição do país para permitir que ele dispute as eleições novamente.

Martínez disse que dentro de alguns dias um relatório preliminar sobre a saúde de Morales será divulgado.

(Reportagem de Daniel Ramos)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos