Produtores japoneses acessam estoques de milho com atrasos nos embarques dos EUA

TÓQUIO (Reuters) - O Japão, o maior importador de milho, utilizou pelo menos 330 mil toneladas do cereal dos estoques de emergência depois que a oferta caiu devido a atrasos nas remessas dos Estados Unidos.

Um funcionário do governo disse nesta quarta-feira ter recebido e aprovado pedidos de 11 fabricantes de ração para uso dos estoques, incluindo um pequeno volume de trigo, das 850 mil toneladas armazenadas em reservas de emergência.

Nevascas, avalanches e fortes chuvas no noroeste dos Estados Unidos no início deste ano prejudicaram o transporte de milho, soja e trigo para os portos, causando atrasos no principal fornecedor de milho do Japão.

O Japão deve importar 15 milhões de toneladas de milho na safra 2016/17, segundo o Departamento de Agricultura dos EUA.

(Reportagem de Yuka Obayashi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos