Inflação na zona do euro atinge 2% em fevereiro, como esperado

BRUXELAS (Reuters) - A inflação da zona do euro em fevereiro atingiu 2,0 por cento na comparação com o ano anterior diante do aumento nos preços da energia, em linha com as expectativas do mercado, mostraram nesta quinta-feira estimativas da agência de estatísticas europeia.

A inflação nos 19 países que compartilham o euro acelerou em fevereiro na base anual, estimou a Eurostat, após avanço de 1,8 por cento em janeiro, atingindo a meta de médio prazo do Banco Central Europeu de abaixo, mas próximo de 2 por cento.

Mas o núcleo da inflação, que exclui os preços voláteis de energia e alimentos não processados e que o BCE leva em conta em suas decisões, permaneceu em 0,9 por cento em fevereiro sobre o ano anterior, sugerindo que não haverá mudança imediata no programa de compra de títulos do banco central.

Em relatório separado, a Eurostat informou que os preços ao produtor subiram 0,7 por cento em janeiro sobre o mês anterior e 3,5 por cento na comparação anual, contra expectativas do mercado respectivamente de 0,6 e 3,2 por cento.

Já o desemprego na zona do euro repetiu em janeiro a taxa de 9,6 por cento vista em dezembro, informou ainda a Eurostat nesta quinta-feira.

(Reportagem de Francesco Guarascio)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos