Pressionado, Fillon diz que seu plano é a única esperança para recuperação da França

Por Sophie Louet e John Irish

AUBERVILLIERS, França (Reuters) - O conservador François Fillon, cuja candidatura à Presidência da França enfrenta dificuldades, defendeu, neste sábado, que seus planos políticos são os únicos confiáveis para o futuro do país e prometeu manter-se na corrida eleitoral, um dia antes de um comício em Paris para demonstrar a força do seu apoio.

Antes líder da disputa, Fillon foi atingido por um escândalo sobre pagamentos a sua esposa, e sua campanha tem enfrentado sérios problemas desde que ele descobriu, esta semana, que pode ser investigado formalmente pelo mau uso de dinheiro público.

Depois de uma série de renúncias de conselheiros e apoiadores, o ex-primeiro-ministro de 63 anos confia em um comício em Paris, no domingo, para mostrar aos detratores que continua sendo a melhor esperança para conquistara Presidência.

"Tijolo por tijolo, eu preparei um programa ambicioso, o único, na minha visão, que pode restaurar a vitalidade da França", disse, em um comício ao norte de Paris, delineando sua visão para o país.

O comitê político do partido Republicanos vai se reunir na segunda-feira para discutir a situação de Fillon, informou o partido, em um comunicado, neste sábado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos