Procuradoria de Paris pede julgamento de presidente da Orange por fraude, diz fonte

PARIS (Reuters) - A Procuradoria de Paris pediu que o presidente-executivo do grupo de telecomunicações Orange, Stephane Richard, seja julgado por fraude juntamente com o empresário francês Bernard Tapie e mais quatro pessoas, disse uma fonte jurídica.

O caso Tapie envolve pagamentos que o empresário recebeu do governo francês em 2008, enquanto Richard era o chefe de gabinete de Christine Lagarde, então ministra de Finanças da França.

Lagarde, agora diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), escapou da punição e manteve seu cargo, apesar de ter sido condenada por negligência no mesmo caso.

O pedido da Procuradoria será avaliado por um juiz, que decidirá se segue em frente com o julgamento por fraude e uso indevido de dinheiro público.

Tapie se recusou a comentar o assunto, e autoridades que representam Richard não puderam ser imediatamente contatadas.

(Por Chine Labbe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos