Polícia da Alemanha diz acreditar que agressor de Duesseldorf é doente mental

BERLIM (Reuters) - A polícia da Alemanha disse nesta sexta-feira que acredita que o homem que feriu nove pessoas com um machado, algumas gravemente, na estação central de trem da cidade de Duesseldorf é um doente mental.

O suspeito de 36 anos, que é do Kosovo e mora em Wuppertal, cidade do oeste alemão, fugiu da estação depois do ataque de quinta-feira e saltou de uma ponte próxima, ferindo-se seriamente. Ele foi preso e está hospitalizado.

A polícia diz crer que ele agiu sozinho e informou que as vítimas com ferimentos graves se encontram estáveis.

No final da quinta-feira um porta-voz policial disse que a corporação não está descrevendo a agressão como um "surto" nem como "terrorismo". 

(Por Michelle Martin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos