Premiê britânica diz à Escócia que não é hora de referendo de independência

Por Elizabeth Piper e Elisabeth O'Leary

LONDRES/EDIMBURGO (Reuters) - A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse ao governo da Escócia nesta quinta-feira que "agora não é a hora" de um segundo referendo de independência, afirmando que seria injusto pedir às pessoas que votem sem saber o resultado das negociações da desfiliação britânica da União Europeia, o chamado Brexit.

Embora May não tenha chegado a dizer que seu governo impediria um novo referendo, seu secretário de Estado para a Escócia, David Mundell, foi mais direto. Ele descartou qualquer discussão sobre o procedimento de realização de uma votação agora, provocando irritação ao norte da fronteira inglesa.

Nacionalistas escoceses pediram um novo referendo e acusam May de praticamente ignorar suas exigências enquanto se prepara para as conversas sobre a separação da UE. Em junho passado a Escócia votou a favor da permanência no bloco.

Depois do pronunciamento de May, a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, disse que bloquear um referendo separatista não seria democrático.

Os comentários elevaram a temperatura de uma guerra de palavras a respeito da independência escocesa no momento em que o Reino Unido se prepara para conversas intensas sobre sua saída do bloco.

"Neste momento deveríamos estar trabalhando juntos, não nos dividindo", afirmou May à televisão britânica.

"Deveríamos estar trabalhando juntos para conseguir o acordo certo para a Escócia, o acordo certo para o Reino Unido. Este é meu trabalho como primeira-ministra, e por essa razão digo ao SNP (Partido Nacional Escocês) que agora não é a hora."

Mundell avisou que não haverá negociação da seção 30, um procedimento que permite ao parlamento escocês legislar para realizar um referendo de independência, e não quis esclarecer se ou quando uma votação poderia ocorrer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos