SPD encosta em bloco conservador de Merkel em pesquisa para eleição na Alemanha

BERLIM (Reuters) - O Partido Social-Democrata (SPD) da Alemanha, de centro-esquerda, diminuiu a diferença para os conservadores da chanceler Angela Merkel no apoio popular, mostrou uma pesquisa mensal divulgada nesta terça-feira, a menos de seis meses de uma eleição federal no país que tem a maior economia da Europa.

A pesquisa Allensbach, que será publicada no jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung na quarta-feira, mostrou o bloco conservador de Merkel com 34 por cento, um ponto percentual acima do levantamento anterior, de fevereiro.

O SPD, com seu novo líder e candidato a chanceler Martin Schulz, ganhou 2,5 pontos percentuais no levantamento mensal, chegando a 33 por cento de apoio.

O levantamento mostrou ainda o partido Alternativa para a Alemanha (AfD), que é contra a imigração, perdendo 1,5 ponto e indo a 7 por cento de apoio, seu índice mais baixo na pesquisa desde novembro de 2015.

O partido de extrema-esquerda Linke permaneceu com os mesmos 8 por cento da pesquisa passada, ocupando a terceira posição. Os Verdes receberam 7,5 por cento e o Democratas-Livres, 6,5 por cento -- acima da barreira de 5 por cento necessária para se entrar no Parlamento.

A pesquisa foi realizada entre 6 e 19 de março.

(Reportagem de Michael Nienaber)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos