Enchentes e deslizamentos na Colômbia deixam 254 mortos

Por Jaime Saldarriaga

MOCOA, Colômbia (Reuters) - Enchentes e deslizamentos de terra na cidade colombiana de Mocoa jogaram uma enxurrada de água e destroços sobre casas nas primeiras horas de sábado, matando 254 pessoas e ferindo centenas.

As fortes chuvas provocaram o transbordamento de vários rios, levando sedimentos e pedras para prédios e estradas na capital da província de Putumayo.

"Foi uma tempestade torrencial, ficou realmente forte entre 23h e 1h (horário local)", disse o morador Mario Usale, 42, que buscava seu sogro entre os destroços.

"Minha sogra também estava desaparecida, mas encontramos ela viva a dois quilômetros. Ela tem ferimentos na cabeça, mas está consciente."

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, voou para Mocoa, que tem uma população de 345.000, para acompanhar os esforços de resgate e falar com as famílias.

"Faremos todo o possível para ajudá-los", disse Santos depois de confirmar o número de mortos.

O Exército disse em comunicado que 254 pessoas morreram, 400 ficaram feridas e 200 estão desaparecidas. Mais de 1.100 soldados e policiais foram convocados para ajudar no resgate.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos