Parlamento da Venezuela busca remover juízes que assumiram funções legislativas

CARACAS (Reuters) - O Congresso da Venezuela, controlado pela oposição, vai começar na terça-feira um processo para remover juízes que assumiram funções legislativas com uma decisão controversa, afirmou neste domingo o parlamentar da oposição Juan Miguel Matheus, embora seja improvável que ele tenha sucesso.

A Suprema Corte da Venezuela determinou na quarta-feira que assumiria um papel legislativo, ao considerar que o Parlamento estava em desrespeito por não expulsar três membros acusados de compra de votos.

No entanto, após protestos, acusações contra governo Nicolás Maduro de ser uma "ditadura" e uma forte pressão internacional para o respeito da independência dos poderes, o tribunal voltou atrás no sábado.

"O necessário processo de remoção desses juízes será iniciado na sessão da Assembleia Nacional de terça-feira", disse Matheus, no edifício do Parlamento, rodeado por juristas que explicaram as inconsistências das decisões da corte.

(Por Deisy Buitrago e Diego Ore)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos