Papa condena ataque contra comboio de ônibus em Aleppo como "desprezível"

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco condenou neste domingo uma explosão a bomba contra um lotado comboio de ônibus sírio que matou ao menos 112 pessoas nos arredores de Aleppo, chamando o ato de um ataque "desprezível".

"Que (Deus) de uma maneira particular mantenha os esforços daqueles que estão trabalhando ativamente para levar cura e conforto à população civil da Síria, a amada e atormentada Síria, que é vítima de uma guerra que não cessa em propagar horror e morte", disse durante sua mensagem do Domingo de Páscoa a dezenas de milhares de pessoas na Praça São Pedro.

"Ontem foi o mais recente ataque desprezível contra refugiados que fugiam", disse.

A explosão atingiu ônibus que levavam moradores xiitas que aguardavam para cruzar de território tomado por rebeldes para território do governo, em um acordo de retirada entre os dois lados.

(Por Philip Pullella)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos