Milhares de poloneses protestam contra partido de direita no poder

VARSÓVIA (Reuters) - Milhares de pessoas se manifestaram neste sábado em Varsóvia contra o partido conservador e maciço da Polônia no poder, em uma tentativa da oposição de criar um impulso antes das eleições municipais do próximo ano.

A multidão, estimada entre 10 e 20 mil pessoas, ficou aquém dos protestos em massa ocorridos depois que o partido Lei e Justiça ganhou o poder no final de 2015 e rapidamente se mobilizou para implementar reformas, incluindo uma revisão do tribunal superior do país.

Mas a manifestação sob o slogan "Marcha da Liberdade" ainda era a maior que a oposição, liderada pelo partido centrista Plataforma Cívica conseguiu reunir nos últimos meses.

"Somos uma Polônia democrática, uma Polônia europeia, uma Polônia orgulhosa, que procura amigos e parceiros, não inimigos na Europa como é hoje", disse o líder do Plataforma Cívica, Grzegorz Schetyna, aos manifestantes acenando bandeiras da Polônia e da União Europeia.

O governo tem sido atacado pela União Europeia por mudanças no tribunal constitucional, o que, segundo Bruxelas, poderia prejudicar os controles democráticos.

Também tem sido criticado por apertar seu controle de mídia pública. A Comissão Europeia apresentará o seu relatório sobre a situação na Polônia numa reunião de 16 de Maio.

(Reportagem de Lidia Kelly)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos