Objetos nazistas achados em base do Exército alemão ampliam escândalo de extremismo de direita

Sabine Siebold

Em Berlim

 Investigadores alemães encontraram memorabilia militar da era nazista em quartéis, similar aos objetos encontrados na guarnição de um oficial do Exército preso sob suspeita de planejar um ataque com motivações raciais, disse o Ministério da Defesa.

A descoberta amplia o escândalo sobre extremismo de direita no Exército alemão que abalou a ministra da Defesa, Ursula von der Leyen, uma aliada próxima da chanceler Angela Merkel, a menos de cinco meses de uma eleição nacional.

O site de notícias "Spiegel Online" reportou que uma vitrine de exibição contendo capacetes do Werhmacht da era nazista foi encontrado na cantina do quartel Fuerstenberg, em Donaueschingen, no sudoeste da Alemanha.

Além disso, fotos de soldados do Wehrmacht - o Exército do regime nazista - foram encontradas penduradas na parede de um quarto do quartel, onde pistolas, capacetes e decorações militares do Wehrmacht estavam colocados à mostra.

Investigadores encontraram um quarto semelhante em quartéis da cidade francesa de Illkirch, onde o oficial detido na última semana sob suspeita de planejar um ataque com motivações raciais estava servindo na brigada franco-alemã.

Um porta-voz do Ministério da Defesa disse à Reuters que os objetos encontrados nos quartéis em Donaueschingen não incluíam itens nazistas puníveis sob a lei alemã, como suásticas. A posse de itens do Wehrmacht não é uma ofensa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos