Casa Branca adia reunião para decidir se EUA permanecem no acordo do clima de Paris

WASHINGTON (Reuters) - Uma reunião de assessores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, marcada para esta terça-feira para decidir se o país continuará no Acordo do Clima de Paris foi adiada devido a conflitos de agenda, disse uma autoridade da Casa Branca.

Conselheiros destacados de Trump e funcionários do gabinete devem se reunir na Casa Branca para resolver um debate interno: se Trump deveria ou não manter sua promessa de campanha de retirar os EUA do pacto de Paris, de acordo com autoridades de alto escalão do governo e várias pessoas a par da reunião.

O funcionário da Casa Branca que informou sobre o adiamento não disse quando a reunião será reagendada.

O encontro deveria servir para assentar as bases de uma proposta formal a Trump, que prometeu anunciar uma decisão antes de uma cúpula do G7 no final de maio.

Antes da reunião originalmente marcada para esta terça-feira, grupos empresariais e alguns parlamentares pediram ao governo que permaneça no acordo de Paris, enquanto alguns grupos de formulação de políticas conservadores exortaram os conselheiros a recomendar uma saída.

Enquanto isso, representantes de quase 200 países signatários do acordo parisiense estão se reunindo em Bonn, na Alemanha, nesta semana, para debater aspectos técnicos de sua implementação.

O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, irá presidir a reunião bienal do Conselho do Ártico em Fairbanks, no Alasca, no final desta semana.

(Por Valerie Volcovici e Steve Holland)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos