Partido de premiê May tem 47% de apoio para eleição britânica, diz pesquisa

LONDRES (Reuters) - O Partido Conservador, da primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, viu a ampla vantagem sobre o opositor Partido Trabalhista diminuir ligeiramente depois que detalhes do programa dos trabalhistas foram publicados na semana passada, mostrou uma pesquisa nesta terça-feira.

Tendo em vista a eleição nacional de 8 de junho, a pesquisa da empresa de pesquisa de mercado Panelbase também disse que os eleitores expressaram apoio aos planos trabalhistas de nacionalizar as ferrovias e criar estatais energéticas regionais para competir com operadoras privadas.

Mas é ainda maior o apoio às promessas conservadoras de reduzir a migração líquida a menos de 100 mil pessoas por ano e estabelecer um teto para as tarifas de energia domésticas, informou a Panelbase.

Segundo a empresa, a aprovação aos conservadores caiu um ponto percentual e ficou em 47 por cento quando comparada com uma sondagem que realizou na semana passada, enquanto o endosso aos trabalhistas cresceu dois pontos percentuais e chegou a 33 por cento.

May tem visto vantagens de dois dígitos sobre os trabalhistas em uma vasta gama de pesquisas desde que convocou uma eleição antecipada em abril. A premiê disse que deseja o aval do eleitorado antes de se envolver nas negociações duras da desfiliação britânica da União Europeia.

A Panelbase disse que o apoio ao Partido Liberal-Democrata recuou um ponto percentual e ficou em 7 por cento, enquanto o Partido da Independência do Reino Unido continuou com 5 por cento.

A empresa conduziu sua pesquisa online entre 12 de 15 de maio com 1.026 adultos.

(Por William Schomberg)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos