Reino Unido vai continuar a compartilhar inteligência com EUA, diz May

LONDRES (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse nesta quarta-feira que o Reino Unido tem confiança em seu relacionamento com os Estados Unidos e vai continuar a compartilhar dados de inteligência com seu principal aliado.

O presidente norte-americano, Donald Trump, defendeu na véspera sua decisão de discutir questões de inteligência com autoridades russas durante uma reunião na Casa Branca na semana passada, dizendo que tem "direito absoluto" de compartilhar "fatos relativos ao terrorismo e à segurança de voos".

"Decisões sobre o que o presidente Trump discute com qualquer um que ele recebe na Casa Branca é um assunto do presidente Trump", disse May em entrevista coletiva.

"Nós continuamos a trabalhar com os Estados Unidos e continuamos a compartilhar inteligência com os Estados Unidos, assim como fazemos com outros por todo o mundo porque estamos todos trabalhando juntos para lidar com as ameaças que enfrentamos".

(Reportagem de William James, Elizabeth Piper, Kylie MacLellan e Estelle Shirbon)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos