Polícia britânica prende mais dois em caçada por rede de ataque suicida

LONDRES (Reuters) - A polícia britânica afirmou ter prendido dois homens neste sábado enquanto aumentam os esforços para capturar uma rede suspeita por trás do ataque suicida que matou 22 pessoas em Manchester no início desta semana.

Autoridades utilizaram um explosivo controlado para conseguir acesso ao endereço no norte da cidade onde as últimas prisões foram feitas. Detetives estão agora interrogando 11 homens pelo ataque realizado por Salman Abedi no show pop em Manchester, na segunda-feira.

Embora a autoridade mais sênior do Reino Unido em contraterrorismo tenha afirmado que a polícia estava confiante de ter feito um progresso "imenso" e detido "uma grande parte da rede", mais oficiais armados estarão a serviço ao redor do país com a segurança reforçada em cerca de 1.300 eventos ao longo do final de semana prolongado por feriado.

Uma fonte com conhecimentos sobre a questão disse à Reuters nesta semana que os serviços de segurança estavam gerenciando 500 operações ativas envolvendo cerca de 3 mil pessoas que, acredita-se, representam uma ameaça.

O comissário-assistente Mark Rowley, chefe da polícia para o contraterrorismo, pediu para as pessoas ficarem vigilantes, mas disse para "saírem como planejado".

Há um número de eventos de grande importância durante o final de semana, incluindo finais de copas de futebol em Londres e Glasgow.

(Por Michael Holden)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos