Coreia do Norte alerta EUA para "novo presente" após mais recente teste de míssil

Por Ju-min Park e Jack Kim

SEUL (Reuters) - O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, supervisionou o teste de um novo míssil balístico com um sistema de direcionamento de precisão e ordenou o desenvolvimento de armas estratégicas mais poderosas, relatou a agência de notícias oficial KCNA nesta terça-feira.

O míssil lançado na segunda-feira foi equipado com uma sequência de pré-lançamento avançada e automatizada, diferente das versões anteriores dos foguetes "Hwasong", o nome norte-coreano para seus mísseis da classe Scud, segundo a KCNA. Isso indicou que o Norte lançou um míssil da classe Scud modificado, segundo os militares da Coreia do Sul.

O míssil balístico de curto alcance caiu no mar no litoral leste da Coreia do Norte e foi o mais recente de uma série de testes de mísseis em desafio a pressões internacionais e ameaças de novas sanções.

Kim disse que o país recluso irá desenvolver armas mais poderosas em fases múltiplas, de acordo com seu cronograma, para defender a Coreia do Norte dos Estados Unidos.

"Ele expressou a convicção de que seria um salto adiante maior, neste espírito, enviar um 'embrulho de presente' maior aos ianques", em retaliação à provocação militar norte-americana, disse Kim, segundo a KCNA.

O lançamento de segunda-feira se seguiu a dois testes bem-sucedidos de mísseis de médio a longo alcance no mesmo número de semanas, e Pyongyang vem realizando tais testes em um ritmo inédito na tentativa de desenvolver um míssil balístico intercontinental capaz de atingir o território continental dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos