Vítimas lutaram contra agressores para escapar de ataque em Londres

  • Neil Hall/Reuters

    Testemunhas que estavam no local do ataque em Londres se protegem com mantas térmicas

    Testemunhas que estavam no local do ataque em Londres se protegem com mantas térmicas

LONDRES (Reuters) - Quando três homens desceram de uma van armados com facas e realizaram o ataque em uma área movimentada da capital britânica na noite de sábado (3), os londrinos lutaram com o que encontraram à mão, em alguns casos lançando cadeiras e mesas para afastá-los.

Os agressores mataram ao menos sete pessoas e feriram quase 50, antes de serem mortos a tiros pela polícia. O ataque começou com uma van sendo conduzida em alta velocidade em direção a uma multidão de pedestres na London Bridge.

"Parecia que ele estava apontando para grupos de pessoas", disse à agência de notícias Reuters Mark Roberts, um consultor de gerenciamento de 53 anos.

Ele viu ao menos seis pessoas no chão depois que a van entrou e saiu da calçada. "Foi horrendo."

Depois disso, os agressores, que portavam facas, foram para o mercado público próximo, o Borough Market, onde os sobreviventes descreveram uma cena infernal em uma área cheia de pessoas curtindo a noite em bares e restaurantes.

Gerard Vowles disse à Sky TV que estava na rua perto do bar Southwark Tavern, o cenário de múltiplos esfaqueamentos, quando ouviu alguém dizer: "Eu fui esfaqueado, fui esfaqueado".

"Eu pensei que eles estivessem brincando", disse.

Vowles disse ter visto então uma mulher e um homem serem esfaqueados enquanto os atacantes gritavam: "Isto é para Alá", e lembrou como ele tentou distrair os homens.

"Enquanto eles saíam, eu dizia "Ei, ei, covardes!", disse Vowles. "Eu estava apenas tentando chamar a atenção deles, lançando coisas neles... Eu pensei que se eu jogasse garrafas ou cadeiras, eles poderiam vir atrás de mim. Se eu puder levá-los à rua principal, então a polícia pode detê-los, eles obviamente podem atirar neles."

Outras testemunhas relataram ter visto um homem com uma lâmina grande, semelhante a uma faca de cozinha, e vítimas sangrando. Eles disseram que as pessoas estavam fugindo da área em pânico.

Uma testemunha, que apenas deu à BBC seu primeiro nome, Ben, disse que viu um homem vestido de vermelho esfaqueando um homem com uma lâmina que parecia ter cerca de 25 centímetros de comprimento.

"Ele estava sendo esfaqueado friamente e caiu no chão", disse ele sobre a vítima. O agressor então caminhou em direção a Southwark Tavern, onde uma cadeira foi lançada contra ele, pouco antes de começarem os disparos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos