Pentágono eleva avaliação de capacidade de defesa contra mísseis intercontinentais

WASHINGTON (Reuters) - Após um teste bem sucedido em maio, o Pentágono elevou a avaliação de sua habilidade para defender os Estados Unidos contra entrada de mísseis balísticos intercontinentais, como os que a Coreia do Norte está tentando desenvolver, de acordo com um memorando do Pentágono visto pela Reuters nesta quarta-feira.

    Ao invés de dizer que o programa militar terrestre de interceptação dos Estados Unidos possuía uma capacidade de defesa “limitada”, o Pentágono agora informou que possui uma “capacidade comprovada para defender os Estados Unidos contra um pequeno número de ameaças de mísseis de alcance intermediário e intercontinentais com simples contramedidas”.

Desde 2012, o Diretor de Avaliação e Teste Operacional do Pentágono vinha avaliando apenas que os Estados Unidos tinha "capacidade limitada" para se defender contra uma ameaça como a representada pela Coreia do Norte ou o potencialmente o Irã, utilizando interceptadores do programa GMD, gerenciado pela Boeing.

Após ter simulado, com sucesso, a interceptação de um míssil balístico intercontinental no mês passado, o gabinete do Pentágono elevou a avaliação, segundo o memorando, datado de 6 de junho.

    (Reportagem de Phil Stewart)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos