Muros não resolvem problemas de imigração, diz Merkel em visita ao México

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A chanceler alemã, Angela Merkel, disse neste sábado que levantar um muro não resolverá os problemas causados ​​pela imigração, desafiando um dos principais princípios do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante sua visita ao México.

A promessa de campanha de Trump, de construir um muro na fronteira dos EUA com o México para evitar imigrantes ilegais e traficantes de drogas, provocou ira em todo o México, mergulhando as relações entre os países em seu ponto mais baixo em anos.

Falando na Cidade do México, Merkel, que cresceu na Alemanha Oriental comunista atrás de um muro, disse que a história mostrou que somente quando os impérios mantinham boas relações com seus vizinhos, as pressões de migração eram resolvidas com sucesso.

"Obviamente, o principal motivo para as pessoas saírem deve ser abordado em primeiro lugar, o que significa que colocar muros não resolverá o problema", disse Merkel, que sofreu pressão política em casa por abrir as fronteiras alemãs para mais de um milhão de refugiados desde 2015.

"Essencialmente, somente quando grandes impérios conseguiram estabelecer relacionamentos sensíveis com seus vizinhos, gerenciar a migração foi um sucesso", acrescentou ela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos