Tempestade deixa 86 pescadores desaparecidos no mar de Bangladesh

DACA (Reuters) - Três corpos foram recuperados nesta terça-feira no Golfo de Bengala, onde 86 pescadores continuam desaparecidos desde a passagem de uma tempestade ciclônica pelo distrito litorâneo de Cox's Bazar, em Bangladesh, informou a polícia.

A tempestade também arrasou campos improvisados em Kutupalong, Balukhali e Ledha que abrigavam refugiados rohingya, mais de 350 mil dos quais fugiram de Mianmar para Bangladesh. Não há relatos de desaparecidos nos campos.

Os 86 pescadores desapareceram depois que a tempestade afundou barcos no Golfo de Bengala na segunda-feira. Vinte e quatro pescadores foram resgatados.

Ao menos 500 casas foram varridas pela elevação das águas na Ilha Kutubdia, em Cox's Bazaar, nesta terça-feira, e centenas de árvores foram arrancadas, de acordo com Khondakar Mohammad Rezaul Karim, autoridade de alto escalão do governo da área.

O desastre mais recente veio na esteira do Ciclone Mora, que assolou a mesma região cerca de uma quinzena atrás. Os ventos fortes, as chuvas pesadas e as águas elevadas do Mora deixaram mais de 50 mil casas danificadas ou destruídas nos distritos de Cox’s Bazar, Chittagong e Bandarban e afetaram cerca de 3,3 milhões de pessoas.

No início deste mês, a Marinha de Bangladesh resgatou mais de 63 pessoas no Golfo de Bengala depois do ciclone que matou várias pessoas e deixou milhares desabrigadas.

(Por Serajul Quadir e Nurul Islam de Cox's Bazar)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos