Austrália suspende ataques aéreos na Síria depois de EUA abaterem caça sírio

SYDNEY (Reuters) - A Austrália informou nesta terça-feira que suspendeu os ataques aéreos na Síria depois de os Estados Unidos derrubarem um caça militar sírio e da ameaça subsequente da Rússia contra aeronaves da coalizão liderada por Washington.

A Rússia disse na segunda-feira que irá tratar aeronaves da coalizão voando a oeste do rio Eufrates, na Síria, como alvos em potencial e rastreá-las com sistemas de mísseis e aeronaves militares, mas não chegou a dizer que irá abatê-las.

"Como medida de precaução, as operações de ataque da Força de Defesa da Austrália (ADF) na Síria foram interrompidas temporariamente", disse o Departamento de Defesa australiano em um comunicado.

A Rússia deixou claro que está mudando sua postura militar em reação à derrubada do caça militar sírio no domingo, algo que Damasco disse ter sido o primeiro incidente do tipo desde o início do conflito no país, em 2011.

"O pessoal da ADF está monitorando atentamente a situação aérea na Síria, e uma decisão sobre a retomada das operações aéreas da ADF na Síria será tomada no devido momento", disse o Departamento de Defesa, acrescentando que suas operações no Iraque como parte da coalizão irão continuar.

"A proteção da Força de Defesa da Austrália é revisada regularmente em resposta a uma série de ameaças em potencial", disse.

(Por James Regan)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos