Forças do Iraque avançam sobre mesquita de Mosul onde Estado Islâmico declarou califado

Por Marius Bosch

MOSUL, Iraque (Reuters) - Forças do Iraque apoiadas pelos Estados Unidos iniciaram nesta quarta-feira uma ofensiva rumo à mesquita de Mosul na qual o Estado Islâmico declarou seu califado três anos atrás, disseram militares.

As forças cercaram na terça-feira o bastião do grupo jihadista na Cidade Velha de Mosul, onde a grande mesquita medieval de Al-Nuri se localiza.

    O Serviço de Contraterrorismo está entre 200 e 300 metros distante da mesquita, informou um comunicado militar iraquiano, uma visão corroborada por um comandante veterano da coalizão internacional que combate o Estado Islâmico.

    A coalizão liderada pelos EUA está proporcionando apoio aéreo e terrestre à ofensiva de Mosul, que teve início em 17 de outubro.

    O líder dos militantes, Abu Bakr al-Baghdadi, se autoproclamou califa do púlpito da mesquita depois que os insurgentes dominaram partes do Iraque e da Síria. A bandeira negra do grupo está hasteada em seu famoso minarete inclinado desde junho de 2014.

    Em particular, autoridades do Iraque tem expressado a esperança de que a mesquita possa ser capturada a tempo para o Eid al-Fitr, o festival que marca o final do Ramadã, mês sagrado de jejum dos muçulmanos. Neste ano o primeiro dia do Eid caiu em 25 ou 26 de junho no Iraque.

    A batalha pela Cidade Velha está se tornando a mais mortífera da arremetida de oito meses para a conquista de Mosul, a capital de fato do Estado Islâmico no Iraque.

    Mais de 100 mil civis, metade deles crianças, estão retidos em suas casas antigas e frágeis com pouco alimento, água e remédios, sem eletricidade e com acesso limitado a clínicas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos