Suspeito é acusado de crimes ligados a terrorismo por atropelar muçulmanos em Londres

LONDRES (Reuters) - Um homem suspeito de ter atropelado intencionalmente fiéis muçulmanos que saíam de uma mesquita de Londres foi acusado de assassinato e tentativa de assassinato ligados ao terrorismo, informou a polícia britânica nesta sexta-feira.

Darren Osborne, de 47 anos, foi acusado de atirar o veículo alugado sobre o grupo em Finsbury Park na madrugada de segunda-feira. Um homem morreu no local e outros 11 ficaram feridos.

Osborne, pai de quatro filhos e residente em Cardiff, no País de Gales, deve comparecer diante de magistrados ainda nesta sexta-feira.

A polícia disse que a van foi conduzida de Cardiff a Londres no domingo e se chocou com um grupo de pessoas que socorriam um homem que passou mal do lado de fora da mesquita.

O homem morreu mais tarde, e a polícia disse que ferimentos múltiplos causaram sua morte.

Osborne foi preso no local depois de ser apreendido pela multidão. O imã da mesquita interveio para protegê-lo até a polícia chegar.

Os familiares de Osborne disseram estar "devastados pelas famílias" das vítimas e que o ataque foi uma "loucura total".

Tratou-se do quarto ataque desde março no Reino Unido que a polícia descreveu como terrorista, e o terceiro envolvendo um veículo lançado contra pedestres. Os ataques anteriores foram atribuídos a extremistas islâmicos.

(Por Michael Holden e Alistair Smout)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos