Papa Francisco coloca placa na porta de seu quarto: "Proibido reclamar"

Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - Se alguém tinha dúvidas sobre como o papa Francisco se sente sobre pessoas que estão sempre reclamando, a resposta agora está colada na porta de sua suíte simples na residência do Vaticano: "Proibido reclamar".

Sob o alerta explícito, a placa escrita em italiano continua dizendo que "infratores estão sujeitos a uma síndrome de sempre se sentirem como uma vítima e a consequente redução de seu senso de humor e de sua capacidade de resolver problemas".

Uma foto da placa foi publicada no site Vatican Insider, e sua presença na porta do quarto do papa foi confirmada à Reuters por seu editor-chefe, Andrea Tornielli, que é próximo ao papa Francisco e já o entrevistou diversas vezes.

A placa acrescenta: "A penalidade é dobrada se a violação ocorrer na presença de crianças. Para conseguir o melhor de si mesmo, se concentre em seu potencial e não em suas limitações".

A mensagem termina com a frase: "Pare de reclamar e dê passos para melhorar sua vida".

A placa foi dada ao papa recentemente pelo psicólogo italiano e autor de livros de autoajuda Salvo Noe. Francisco prometeu a Noe que colocaria a placa em seu escritório para dar risadas.

(Reportagem de Philip Pullella)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos