Polícia saudita prende mulher por vídeo usando saia

DUBAI (Reuters) - Uma mulher saudita foi presa por um vídeo amplamente compartilhado na internet que lhe mostrava andando por uma rua vazia vestindo uma saia e um top, relatou nesta terça-feira o canal de TV estatal saudita Ekhbariya.

O clipe enraiveceu alguns usuários das redes sociais no conservador reino muçulmano, que expressaram suas irritações usando a hashtag “modelo Khulood deve ser julgada” – em uma referência ao que dizem ser o usuário da mulher no Snapchat.

Muitos dos críticos compartilharam imagens do vídeo com as pernas e parte da barriga da mulher pintadas ou borradas.

No vídeo, a mulher não identificada anda sozinha por uma rua cercada por paredes de bairro, que usuários identificaram como Ushaiqir, uma vila patrimonial e destino de viagens curtas fora da capital, Riad.

“A polícia de Riad deteve a mulher que apareceu com roupas indecentes em Ushaiqir e a encaminhou para o procurador público”, relatou a Ekhbariya em sua conta oficial no Twitter, usando a popular hashtag.

Lar das cidades sagradas islâmicas de Meca e Medina, o reino segue uma interpretação estrita do Islã e requer que mulheres sauditas usem vestidos conservadores e proíbe que elas dirijam.

(Reportagem de Noah Browning)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos